Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

20 de outubro de 2010

Um coração partido, uma tentativa de conserta-lo

Gente aqui vai a segunda parte da fic =) Vou postar para a primeira não ficar sem sentido =) E por favor comentem, porque quando não ha comentários, e nós vemos as pessoas online, nos desanima postar =/


Parte II- Uma ferida aberta, com amor cicatriza?


Eu não sabia o que responder, eu estava perdida. Mas eu tinha que dizer algo, eu tinha que salvar esse amor, respirei fundo, e ouvi o que meu coração dizia, e assim comecei:
Sim eu estraguei tudo, eu fui tola, eu mudei por não saber lidar com meus poderes e minhas responsabilidades, o meu eixo, meu centro e meu gancho, que me levava a velha Zoey era você, mas até você eu perdi. Não queria mudar, não queria errar, não queria ferir ninguém, mas tudo oque eu fiz foi fazer oque eu não queria. Te amar era uma das tarefas que eu não queria, porque eu saberia que magoas viriam. Heath eu sei que seu amor por mim diminuiu com meu erro, e que devo te deixar ir.. mas se eu não lutar pelo seu amor, temo virar a ZoeyZoey errada, que não sabe lidar com a própria vida. Isso não é motivo para você voltar pra mim, mas o fato de eu te amar como nunca amei alguém deveria bastar. Vir aqui foi a melhor forma que eu tive para dizer que te amo, e quero você comigo, me lembrando que sou eu quando as coisas ficarem difíceis..

Bem pela expressão dele acho que não consegui muita coisa, eu nunca imaginei que ficar sem ele doeria tanto.. E ao ver que ele estava pronto para me responder, o medo me dominou, agora era a hora que ele me dispensaria.

Zoey... eu te amo, só que doí demais saber que você precisou errar para ver que me amava, e querer voltar com você é quase uma vontade involuntária. Zo, baby, eu não tenho raiva de você, eu só não compreendo oque te levou a aquele ato. Tipo a minha Zo teria que estar muito perdida para fazer isso, ser enganada de tal maneira..

Ah minha Deusa eu estava conseguindo fazer o Heath me ouvir, tá agora é respirar e ficar calma para não estragar tudo.

E eu estava perdida, só tive medo de contar e assumir, que eu precisava urgentemente de ajuda.. Heath eu te amo, não me deixa só.

Eu me aproximei dele, e segurei o seu rosto com uma de minhas mãos, e olhei em seus olhos com toda a intensidade que meu amor me conferia.

Zo.. -Ele disse se aproximando- Eu não quero... e não vou te deixar só, mas não vou conseguir superar essa dor sozinho, eu preciso de você se for minha novamente, eu não vou lhe cobrar nada, só preciso que lembre que me ama e eu te amo.

Ele me beijou levemente, respirou fundo, e me puxou para um abraço, um abraço que me confortava, me dava segurança, era como meu lar estar nos braços de Heath.

E então eu sussurrei – Eu te amo Heath, eu sempre te amei, desde criança.
E ele me respondeu- Você foi, é e sempre será a única mulher que eu amei na vida.

Eu sorri e senti ele sorrir também, pelo menos agora eu sabia que podia consertar as burradas que eu fiz, e me tornar a Zoey certa novamente. Ele me beijou, de uma forma doce, intensa, quente, que fez meu mundo girar. Mas uma única coisa ficou em minha cabeça.. eu tenho o meu verdadeiro amor novamente.



Beiijos

3 comentarios:

Nivinhaa disse...

Aii que lindoooo!!!!



Você tem talento pra escrever fics hein Ana!

Adorei

Tatah disse...

Fics muito boas,não para de escrever não hein,eu gostei das duas !!

Elaine disse...

Amei !
Não para de escrever não ok?
Nossa lindo d+
Quase choro aqui :S
Bjim e continue com a fic!

Assuntos