Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

24 de janeiro de 2010

Thiago

gente mais uma vez a continuação do meu conto, e como toda moçinha a minha
também tem uma mocinho... ou será um vilão? sei lá... vão lendo ai pra descobrir
ué :D


Yara saiu para a festa na casa do prefeito da cidadezinha onde morava atualmente, dinheiro nunca foi um problema, ela aprendeu com os próprios vampiros, enquanto eles ficavam com o dinheiro de suas vitimas, Yara ficava com os bens dos vampiros que matava. O que a tornava potencialmente rica. Tinha chegado naquela cidade sob o disfarce de uma jovem viúva rica, disposta a investir no comercio local, por isso o convite para a festa na casa do prefeito. Ela não gostava desse tipo de festa em que as pessoas só mantêm as aparências, não se via alegria nem descontração nesse tipo de festa. Yara usava um vestido vermelho com detalhes prata, que lhe caia até os joelhos e que lhe demarcava a cintura e uma sandália de salto também prata. Já estava atrasada quando chegou na bendita festa e quando passou pela porta sentiu um cheiro que já sabia o que significava.
Tinha um vampiro na festa, ela entrou olhando para todos os lados procurando o intruso... esse vampiro realmente não tinha noção do perigo, como ele ousa ir na mesma festa que ela, ou ele não sabia o quanto ela era perigosa ou estava pedindo pra morrer... Yara olhava os empregados, por que já conhecia basicamente todos da festa.
O prefeito a chamou e ao seu lado Yara encontrou quem procurava, era um homem alto com cabelos negros:
- Yara quero lhe apresentar o mais novo morador dessa cidade, ele veio por que descobriu que herdou aquele grande terreno ao norte e estava me falando dos seus projetos...Oh me desculpe, esse é Thiago, Thiago essa é Yara. Bem minha mulher esta me chamando vou deixar vocês conversarem.
O vampiro olhou pela primeira vez nos olhos de Yara, e ela não sabia o que tinha de diferente naquele olhar... por fim achou que era o medo que faltava, ela não via o medo que todo vampiro manifestava quando olhava pra ela, “Porque ele não tem medo” pensou, quando ele quebrou o silencio:
- Então você é a famosa Yara?
- Não sei do famosa, mas sou eu mesma e você deve ser o vampiro mais idiota do mundo, estou certa?
- Idiota? Não vejo o que me torna idiota
- Ah... talvez o fato de vir a uma festa onde sabe que vai encontrar uma caça vampiros sendo você mesmo um vampiro.
- Querida você tem restrições não eu... ou por acaso você vai tirar uma estaca dessa sua bolsinha minúscula e cravar ela no meu peito na frente de todas essas pessoas?
Yara estava nervosa, não acreditava na ousadia daquele filho de uma mãe, mas ele tinha razão, e odiava admitir isso, ela não tinha uma estaca e mesmo se tivesse não poderia fazer isso lá.
- Não me chame de querida e embora agora eu não possa... essa festa não vai durar para sempre, e terei o maior prazer de acertar as contas mais tarde.
- Eu realmente sinto muito meu bem, mas eu tenho um compromisso mais tarde... não que você não seja bonita ok, adorei seu vestido, realmente amo essa cor...
Ele falou isso enquanto a olhava de cima a baixo com um sorrisinho no rosto. Se Yara já estava com raiva, agora estava a ponto de explodir.
- Não brinque com minha paciência seu idiota!
- Não se irrite tão fácil querida, você também tem razão, essa festa não vai durar para sempre, que tal uma dança?
- Você se você esta brincando comigo aproveite pois vai ser a ultima coisa que ira fazer.
- Não estou brincando... a não ser que esteja com medo...
- Porque teria medo seu imbecil?
- Nunca se sabe... Já conheci as mais belas damas que não sabem dançar... pode estar com medo de pisar nos meus pés.
- Vou te mostrar quem não sabe dançar...
Thiago a puxou pela cintura quando um tango começou a tocar, ele era forte... talvez mais forte que ela, mas isso nunca foi um problema, eles tinham que dormir durante o dia... ainda estava com raiva, mas tinha que admitir que ele dançava bem, os dois faziam seus movimentos com sincronia, e logo todos pararam suas conversas para observar o casal deslizar pelo salão, Yara notou que ele nunca desviava o olhar, enquanto dançavam perguntou:
- Por que você veio aqui hoje sabendo que vou te caçar?
- Na verdade estava curioso... já cruzei com caçadores de vampiros antes... mas eles eram homens, queria saber como seria uma caçadora.
- Os outros te deixaram vivo? Bem isso não acontece comigo.
- Eu os matei... Quando você cruza com um, eles não param até te verem morto... é uma coisa muito chata ter alguém no seu pé o tempo todo sabe... vocês são tão invulneráveis quanto nós, a diferença é que morremos com uma estaca e vocês quando um vampiro esperto descobre onde fica a jóia invisível... confesso que dá trabalho, mas gosto da minha privacidade, pelo menos agora é uma linda mulher que está atrás de mim e não um marmanjo.
- Você tem uma curiosidade suicida.
Nesse momento a musica entrou nos seus acordes finais e ele a deitou no ar segurando firme em sua coxa e disse:
- Pelo menos eu descobri que você é muito parecida com uma mulher normal...
E dizendo isso, Yara sentiu seu hálito gelado a inebriar por completo, quando ele ficou com os lábios a centímetros dos dela. Ela desmaiou. Quando acordou perguntou a todos pra onde ele tinha ido, e ouviu que ele tinha saído atrás de um medico quando ela desmaiou. A raiva tomou conta de todo seu corpo novamente.

e ai? o que acham? estão gostando? :P
me contem ok...


BjOs
By_Flávok_

5 comentarios:

Thais disse...

Esta ficando cada vez melhor...
Estou anciosa pelo que vai acontecer...

Parábens

Gabiih disse...

gamei meu agra nao me aguento de vontade de ve o resto
ta mto bom msmo parabéns

Bia disse...

Posta mais!Posta mais!Posta mais! Ta muito lgl!!!

karen disse...

fala seriuh!!
vc tinha que publicar um livro!!
vc eh mto boa... D+
nao vejo a hora de saber o rsto da historia...
A-D-O-R-E-I

Thata disse...

posta mais,posta mais,posta mais(tah,parey)...
tah muitooO bom msm,e eu concordo,se vc publicar um livro ia dar sucesso,até eu ia comprar !!!
soh mais uma coisa...
POSTA MAIS...hsauhsuash !!!

Assuntos