Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

21 de maio de 2009

Sem presentes

Ai gente, que bom que vocês estão gostando da fic. Eu sei que ficar pedindo isso é chato mas, comentem PLEASE!!! Porque só assim nós sabemos se estamos agradando ou não. E é um grande incentivo a continuar. Se uma pessoa escreve alguma coisa e ninguém comenta, ela acaba ficando desestimulada. A blogueira que achar que eu estou mentindo que atire a primeira pedra =D

***

Dois minutos mais tarde a caminhonete vermelha entrou no estacionamento traseiro do colégio e estacionou na vaga ao lado da minha, a vaga que ninguém ainda havia ousado usar devido ao desenvolvido extinto de auto-preservação dos humanos, que os mantinham afastados mim e minha família. Obviamente Bella não possuía esse mecanismo –E isso me obrigava a ser muito mais cuidadoso do que gostaria.

Ela bateu a porta de sua caminhonete Chevrolet 53 que milagrosamente ainda não se dissolveu debaixo da quase que constante chuva que cai em Forks. E depois caminhou lentamente em nossa direção. Eu estudei atentamente cada pequeno traço daquele rosto perfeito e identifiquei aquela tão conhecida ruga de preocupação entre as sobrancelhas. Alice, entretanto, foi ao encontro de Bella antes que ela tivesse ao menos tempo de respirar.

“Feliz aniversário, Bella!” Felicitou Alice.

“Shhh!” Sibilou Bella se abaixando e olhando ao redor como se isso pudesse torná-la invisível. Alice ignorou a atitude “Quando quer abrir seu presente? Agora ou mais tarde?”. Agora, por favor, por favor... Minha irmã cantava em sua cabeça ignorando sua própria habilidade de prever o futuro.

“Sem presentes.” Eu sorri. Nem mesmo Alice era capaz de vencer a teimosia da minha Bella. Mas Alice não se dá por vencida fácilmente “Certo...mais tarde, então. Gostou do álbum de fotografias que sua mãe lhe mandou? E a câmera fotográfica de Charlie?”

"É. Eles são ótimos". Suspirei com a nota de desânimo –que Alice parece não ter notado- na voz de Bella. Ela insiste na idéia que deve ser transformada em uma de nós o mais rápido possível. Eu já perdi a conta de quantas vezes nós discutimos esse tema durante o verão. Bella ainda não compreende todas as dificuldades que ser um vampiro envolve, a sede constante, a impossibilidade de mudança, a perda das lembranças da vida humana, a incapacidade de ter filhos... Bella tinha uma vida. E eu não seria o responsável por tirá-la.

***

karol

4 comentarios:

_Flávia Tavares_ disse...

Parabens Karol está ficando realmente muito bom... e vc tem razão os comentarios são a alma de um post... eu não perco uma parte dessas fic's... até indiquei no meu blog! ;D

Marcela de Vasconcellos disse...

Viciei nso seus contos e essa fanfic tá de arrasar...


**adoro quando ele fala "minha Bella". Tão possessivo, tão macho, tão psicopata.**

Aloka.

_Flávia Tavares_ disse...

**adoro quando ele fala "minha Bella". Tão possessivo, tão macho, tão psicopata.**

não poderia definir melhor... se fosse comigo eu ia tremer nas bases...

Monique Feels Tudo isso disse...

Eu adoro psicopatas!!

Assuntos